01 agosto 2011

Músicas

Eu Não Existo Sem Você


Tom Jobim


Composição: Antonio Carlos Jobim / Vinicius de Moraes

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Pós todos os caminhos me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você 





Linda Flor


(Luiz Peixoto, Marques Porto, Henrique Vogeler e Cândido Costa)

Ai, yoyô
Eu nasci pra sofrer
Fui oiá pra você
Meus oinho fechou
E quando os óio eu abri
Quis gritar, quis fugir
Mas você, não sei porque
Você me chamou

Ai, yoyô
Tenha pena de mim
Meu Senhor do Bonfim
Pode inté se zangá
E se ele um dia souber
Que você é quem é
O yoyô de yayá

Chorei toda noite, pense
No beijo de amor que te dei
Yoyô, meu benzinho
Do meu coração
Me leva pra casa
Me deixa mais não









Modinha Para Gabriela


Gal Costa


Composição: Desconhecido
Quando eu vim para esse mundo
 Eu não atinava em nada
 Hoje eu sou Gabriela
 Gabriela ê meus camaradas
 Eu nasci assim eu cresci assim e sou mesmo assim

Vou ser sempre assim Gabriela, sempre Gabriela
 Quem me batizou quem me nomeou

Pouco me importou é assim que eu sou
 Gabriela sempre Gabriela
 Eu sou sempre igual não desejo o mal
 Amo o natural etc e tal



Santo Antônio


Maria Bethânia


Composição: J. Velloso

Que seria de mim meu Deus
Sem a fé em Antônio
A luz desceu do céu
Clareando o encanto
Da espada espelhada em Deus
Viva viva meu santo

Saúde que foge
Volta por outro caminho
Amor que se perde
Nasce outro no ninho
Maldade que vem e vai
Vira flor na alegria
Trezena de julho
É tempo sagrado
Na minha Bahia

Antônio querido
Preciso do seu carinho
Se ando perdido
Mostre-me novo caminho
Nas tuas pegadas claras
Trilho o meu destino
Estou nos teus braços
Como se fosse
Deus menino






Passaredo
Chico Buarque

Ei, pintassilgo
Oi, pintaroxo
Melro, uirapuru
Ai, chega-e-vira
Engole-vento
Saíra, inhambu
Foge, asa-branca
Vai, patativa
Tordo, tuju, tuim
Xô, tié-sangue
Xô, tié-fogo
Xô, rouxinol, sem-fim
Some, coleiro
Anda, trigueiro
Te esconde, colibri
Voa, macuco
Voa, viúva
Utiariti
Bico calado
Toma cuidado
Que o homem vem aí
O homem vem aí
O homem vem aí

Ei, quero-quero
Oi, tico-tico
Anum, pardal, chapim
Xô, cotovia
Xô, ave-fria
Xô pescador-martim
Some, rolinha
Anda, andorinha
Te esconde, bem-te-vi
Voa, bicudo
Voa, sanhaço
Vai, juriti
Bico calado
Muito cuidado
Que o homem vem aí
O homem vem aí
O homem vem aí











José


Rita Lee


Composição: Rita Lee

Olha o que foi meu bom José
Se apaixonar pela donzela
Entre todas a mais bela
De toda a sua galileía

Casar com Deborah ou com Sarah
Meu bom José você podia
E nada disso acontecia
Mas você foi amar Maria

Você podia simplesmente
Ser carpinteiro e trabalhar
Sem nunca ter que se exilar
De se esconder com Maria

Meu bom José você podia
Ter muitos filhos com Maria
E teu oficio ensinar
Como teu pai sempre fazia

Porque será meu bom José
Que esse seu pobre filho um dia
Andou com estranhas ideias
Que fizeram chorar Maria

Me lembro as vezes de você
Meu bom José meu pobre amigo
Que desta vida só queria
Ser feliz com sua Maria 









Canta Brasil


Gal Costa


Composição: Alcir Pires Vermelho / David Nasser

As selvas te deram nas noites teus ritmos bárbaros
E os negros trouxeram de longe reservas de pranto
Os brancos falavam de amor nas suas canções
E dessa mistura de vozes nasceu o teu canto

Brasil, minha voz enternecida
Já dourou os teus brasões
Na expressão mais comovida
Das mais ardentes canções

Também, na beleza deste céu
Onde o azul é mais azul
Na aquarela do Brasil
Eu cantei de norte a sul

Mas agora o teu cantar
Meu Brasil quero escutar
Nas preces da sertaneja
Nas ondas do rio-mar

Oh! Este rio turbilhão
Entre selvas e rojão
Continente a caminhar
No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

Na beleza deste céu
Onde o azul é mais azul
Na aquarela do Brasil
Eu cantei de norte a sul

Mas agora o teu cantar
Meu Brasil quero escutar
Nas preces da sertaneja
Nas ondas do rio-mar

Oh! Este rio turbilhão
Entre selvas e rojão
Continente a caminhar
No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!







Felicidade


Composição: Lupiscinio Rodrigues

Felicidade foi se embora
 E a saudade no meu peito ainda mora
 E é por isso que eu gosto lá de fora
 Porque sei que a falsidade não vigora


A minha casa fica lá de traz do mundo
 Onde eu vou em um segundo quando começo a cantar
O pensamento parece uma coisa à toa
mas como é que a gente voa quando começa a pensar 





Semente do Amor


A Cor do Som


Composição: Desconhecido

Sim, é como a flor
De água e ar luz e calor, o amor precisa para viver 2x
De emoção, e de alegria, e tem que regar todo dia
No jardim da fé,
Eu já plantei um pé de esperança
No tempo do tempo,
Dia, chuva, vento e pensamento
Num jardim da vida
Já cresceu e é a consciência
Fruto da vivência é
É a consciência é
Sim, é como a flor... 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright (C) Modelo de Estrutura 2015.1 I TECNOLOGIA BLOGGER I DESIGN POR DESIGNING DREAMS. ENCOMENDAS DESIGNING DREAMS.